Terra natal de Guimarães Rosa, Cordisburgo realiza, entre os dias 16 e 22, a 30ª Semana Rosiana

Guimarães Rosa era médico e escritor - Foto Divulgação



No ano em Guimarães Rosa completaria 110 anos, a Semana Rosiana celebra, em Cordisburgo, na Região Central de Minas, terra natal do escritor, três décadas de intensa programação, promovendo a divulgação da obra de Rosa e favorecendo que seja conhecida por meio de diferentes linguagens artísticas. Realizado anualmente, o evento movimenta o público e atrai turistas de todo país à cidade.

 

Em sua 30ª edição, a Semana Rosiana, com o tema “Corpo de Baile - No Urubùquaquá, No Pinhém”, será realizada de 16 a 21 de julho e conta com uma intensa programação de atividades culturais e educativas gratuitas. Estão previstas apresentações musicais e teatrais, exposições, feira gastronômica, oficinas, palestras, caminhada literária urbana, sarau poético, roda de conversa, lançamentos de livros e exibição de filmes. O ponto alto de toda a programação é a atuação do Grupo de Contadores de Estórias Miguilim na abertura de vários eventos e em apresentações especiais de narração de trechos da obra rosiana, produzidas especialmente para a ocasião.

 

As atividades têm inicio no dia 16 (segunda-feira) com a celebração de Missa em memória a João Guimarães Rosa e aos falecidos acadêmicos, com participação do “Coral Homens de Paz”. A abertura oficial da Semana Rosiana será às 20h, com apresentação da Banda de Música Vitalina Corrêa, seguida de narração de estória pelo Grupo Miguilim e abertura das exposições: “Janelas do Sertão” de Zezinho Angrisano e “No Urubùquaquá, no Pinhém ao olhar das Estrelas do Sertão” – Bordados.

 

Na terça-feira (17), o Grupo Caminhos do Sertão realizará a Caminhada Literária Urbana com o tema “A Hora e a vez de Augusto Matraga”, com concentração em frente à Matriz do Sagrado Coração de Jesus, e, a IEB/USP, uma roda de leitura no Museu Casa Guimarães Rosa. Encerrando a programação do dia, a Academia Cordisburguense de Letras promove o Sarau Poético no Museu Casa Guimarães Rosa e o Centro de Atendimento ao Turista exibe o documentário “O Coração do Cotidiano”, com direção de  Suzana Alonso e Lucas Gustavo.  

 

Narração de Estória pelo Grupo Miguilim, palestra sobre o Livro “No Urubùquaquá, No Pinhém” com o Professor Bernardo Novais da Mata Machado (Diretor de Cultura, Turismo e Economia Criativa da Fundação João Pinheiro), apresentação da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais, feira gastronômica sertaneja e Arraiá do Artesanato movimentam a quarta-feira (18).

 

Na quinta-feira (19). a professora Diomira Maria Faria e o professor Sérgio Donizete, do Projeto de Extensão “Cartografia Rosiana” – UFMG, falam sobre “O Sertão Contemporâneo de Rosa: uma experiência em Lagoa Bonita e Morro da Garça”, logo depois, acontece no CAT a exibição comentada do Curta “Travessia”, direção Fred Bottrel, inspirado em Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. Marcos Souza e Amigos (Toninho Maria, Kadu e Jhoninho) fazem show musical encerrando as atividades desse dia.

 

Uma extensa programação marca o último dia da Semana Rosiana (20). Estão previstos lançamento de livros pelo Coletivo Cata Poesia, apresentação do Concerto de Leitura “O Primeiro Encontro”, idealizado pelo Projeto Ler é uma Viagem, com Élida Marques e Eduardo Contrera, narração de Estória pelo Grupo Miguilim: “Lélio e seus Amores”, do conto Lélio e Lina de Guimarães Rosa. Encerrando as atividades, o público poderá se deliciar com a apresentação da Instrumental Orquestra Show (Bios) do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e logo depois apresentação Teatral – “No Urubùquaquá, no Pinhém o Imaginário em Cena” com o Grupo Teatral da Associação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa e participação do Grupo Estrelas do Sertão e amigos. Autores e Direção: Marília Carvalho, Deise Carvalho e José Maria (Nenzito).



    Facebook

    Twitter

    Instagram